Foram 4 dias incríveis onde a troca de experiências foi fundamental, quando pensamos em fazer a Oficina em Paranapiacaba foi numa conversa com o Paulo Riscala no instituto Infinito Olhar, falamos de levar algum curso para lá pois a cidade é incrível, um patrimônio histórico aqui do estado de São Paulo, Fizemos uma primeira Oficina eu e o Namour de um dia para poder testar e entender a cidade, para poder fazer uma maior e com mais profissionais e tornar um evento anual.

Então decidimos ter a 1ª Oficina Mirrorless Brasil 2016 foram três dias de fotografia e um dia para profissionais de vídeo. Com um time de responsabilidade Thaís TabosaRodrigo TomzhinskyKlayfe RohdenMateus Lunardi DutraAndré Martins e Vera MartinsDanyel MonteiroNamour FilhoElton SabatinoDaniel RomãoFabio Nomura.

A dinâmica das oficinas foi na parte da manhã dividir a turma e metade ir com um professor e a tarde trocar para que todos os alunos passassem por todos os professores, e isso que está tornando um evento querido, e todos estão curtindo pois a interação é 100%

No primeiro dia chamamos a Thais Tabosa e Rodrigo Tomzhinsky eles vieram com um tema Natureza e Naturismo, chamaram dois modelos que foram um show, o Petros e a Catharina que formaram uma dupla espetacular contagiando o clima com os alunos e encantando nas fotografias deles.

Eles pareciam que se conheciam a anos e no entanto se conheceram no dia  da aula.

O Rodrigo e a Thais mostraram como trabalham, como os modelos se soltam com eles e a liberdade que eles tem para que as fotos venham de uma maneira fluida e simples.

Klayfe Rohden deu um show de luz e técnica ele escolheu o retrato feminino, ele é uma pessoa que delimita bem seu trabalho e o executa da forma como visualiza o resultado! Ele também abordou a luz, como detectar os nuances das sombras de janelas, deu dicas de como ele se posiciona perante a modelo e a luz, enfim, ele mostrou exatamente como trabalha, mesmo fora de seu habitat natural.

Klayfe Rohden deu um show de luz e técnica ele escolheu o retrato feminino, ele é uma pessoa que delimita bem seu trabalho e o executa da forma como visualiza o resultado! Ele também abordou a luz, como detectar os nuances das sombras de janelas, deu dicas de como ele se posiciona perante a modelo e a luz, enfim, ele mostrou exatamente como trabalha, mesmo fora de seu habitat natural.

André Martins e Vera Martins como fotógrafos de casamento procuraram apresentar como trabalham com os casais e escolheram um casal diferente do tradicional, foram os bailarinos queridos a Maria e Rodrigo tiveram a paciência de fazer as poses para cada aluno, nessa oficina procuraram fazer muita luz de flash para mostrar como utilizam mesmo nos casamentos, essa luz que para muitas pessoas é complicada, como gostamos muito de movimentos também trabalhamos eles com corridas e saltos, além de utilizar as belas luzes de janela que tem no teatro.

Namour Filho envolve seus alunos com a visão de um retrato clássico, mostrando com entusiasmo todo seu potencial de captar a luz, a direção como ele monta seus cenários e escolhe a melhor posição da modelo para que ela possa se expressar e ele acha o melhor ângulo conciliando com a melhor luz. Ele consegue envolver as pessoas isso é o que ele faz de melhor.

Danyel Monteiro um cara com o conhecimento, perfeccionismo e metodologia dele surpreendeu positivamente. Apresentou personalidade, didatismo e técnica, ele realmente se abriu durante seu WS. Abordou temas sensíveis ao trabalho, dentre os quais: Como se permitir entrar no espaço da modelo, como evitar constrangimento desnecessário, como fazer o acompanhante se sentir útil e a vontade durante o ensaio, dicas de luz criativa, como a origem da fonte de luz influencia na forma como percebemos a fotografia.

Este também apresentou bom controle de multidão assim cada um pode fotografar à vontade, sem esbarrar nos demais colegas etc.

No último dia foram os professores de vídeo, o Elton Sabatino mostrou como trabalhar documentando seus casamentos, teve o carinho de mostrar tudo que faz e como faz, o Daniel Romão mostrou se jeito de trabalhar e como capta com sentidos suas imagens e o Fabio Nomura mostrou como trabalhar com os equipamentos, steadcam e tudo mais ainda fez um video lindo da Thaís e do Tom.

Os alunos puderam vivenciar esses dias maravilhosos onde tivemos todos os tipos de clima pois Paranapiacaba não é só uma cidade histórica, ela tem um clima diferente, pois pode fazer todas as estações em um dia só, tivemos, sol, neblina, frio, chuva em um só dia.

A pousada Shambala e Avalon foram as escolhidas para nos receber e fizeram seu papel de anfitriões muito bem, todos foram muito bem tratados e mesmo na simplicidade tivemos aquele clima Roots de um lugar bem rústico.

A nossa comida foi fornecida pela querida Benilde que tem um restaurante gostoso e aconchegante bem na frente do Teatro Lira, ela fez a gentileza de dar um descontinho para os participantes e a noite a maioria ficou lá confraternizando até altas horas.

Na terça feira tivemos além da oficina um evento chamado Humanamente com a idealização do grande André Mansano que é um evento voltado para ajudar o próximo, e nessa versão de Paranapiacaba ele mesmo veio dar uma bela palestra sobre atendimento.

A Palestra foi boa demais, todos os que já estava e os que vieram ficaram encantados de como ele trabalha e como ele atende os casais.

No final da tarde sempre tomamos um café maravilhoso que tem pão de queijo, bolo de cenoura, bolo de banana, no Infinito olhar, onde o Paulo e a Elis nos recebem com tanto carinho, o projeto deles é fantástico onde sempre valorizam a vila que pelo olhar deles fica muito mais deslumbrante.

Temos que agradecer especialmente ao João Tavares que capturou os 4 dias do evento em video e está desenvolvendo um trabalho fantástico para essa oficina.

Agradecemos os patrocinadores que acreditaram e apoiaram nosso evento, continuaremos a fazer

Confiram o slideshow de como foi o evento, esperamos vocês ano que vem novamente.

Confira também as fotos dos nossos professores.